Obra-prima do amor

Obra-prima do amor

Nem da Vinci,

Muito menos Michelangelo,

Conseguiram fazer uma obra tão sublime

Quanto a sua beleza que parece um anjo.

 

Faço essa poesia

Falando sobre como você é linda,

Mas quem sou eu pra fazer esse tipo de rima,

Se nem Neruda conseguiria!

 

Com esse humilde soneto

Tento conquistar seu amor

Como o Levante de Soweto.

 

Como não tenho coragem de falar,

É através do papel e da caneta

Que escrevo aquilo de mais belo que você representa!

 

Rafael Magalhães

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s